Gestão de Riscos Socioambientais

Gestão de Riscos Socioambientais no Banco ABC Brasil

O Banco ABC Brasil acredita na relevância da responsabilidade de avaliar a contraparte, de forma a mitigar possíveis riscos relacionados a sustentabilidade.

Assim, procurando construir uma cultura de gestão de risco social, ambiental e de governança corporativa, o Banco ABC Brasil considera em suas estratégias de negócios a análise de risco socioambiental, por meio da implementação da Política de Responsabilidade Socioambiental.

O risco socioambiental é um risco transversal. A falha em antecipar e gerir este risco pode trazer consequências para a instituição como um todo, incluindo risco de crédito, risco legal, risco reputacional e risco de mercado. Tais impactos podem exigir ressarcimento de danos ou pagamento de multas, atrasar ou interromper projetos em andamento, ou mesmo afetar a capacidade de pagamento dos clientes.


Processo de Análise de Riscos Socioambientais

O Banco ABC Brasil conta com uma área de riscos socioambientais, responsável pela implementação da Política de Responsabilidade Socioambiental e estabelecimento de diretrizes e metodologias de avaliação de riscos socioambientais.

A área ainda faz parte do onboarding de gerentes comerciais e dá apoio ao Jurídico na elaboração de cláusulas socioambientais, uma vez que todos os nossos clientes possuem estas cláusulas nos contratos. Além disso, elabora conteúdos e aplica treinamentos paras as áreas envolvidas no processo.

O detalhamento das diretrizes e processos adotados para gestão dos riscos sociais e ambientais nas operações constam na Apresentação ESG (apenas em inglês).


Valorização dos Negócios

O Banco ABC Brasil busca, com a avaliação de riscos socioambientais, agregar valor aos seus negócios, através de:

  • Identificação dos potenciais riscos sociais e ambientais que clientes e operações podem comprometer;
  • Minimização dos impactos operacionais;
  • Geração de valor econômico-financeiro promovendo e mantendo o desenvolvimento sustentável da sociedade;
  • Fornecimento de evidências de boa diligência.