Confidencialidade

O Grupo ABC deve a seus clientes um estrito nível de confidencialidade.

O funcionário deve manter em segredo e protegido de outrem os assuntos financeiros, comerciais e pessoais relativos aos clientes, a não ser que:

  • O cliente tenha dado autorização prévia por escrito consentindo com a revelação.
  • A revelação decorra de ordem judicial ou emanada de autoridade competente.
  • A revelação seja exigida por lei.
  • A revelação seja necessária à proteção dos bens do Grupo ABC, tal como revelação à autoridade policial nos casos de suspeita de fraude (neste caso sujeito às instruções da Diretoria Executiva).

Nos casos acima, as informações confidenciais nunca devem ser liberadas sem a autorização prévia da Diretoria Executiva acima mencionada.

Informações relacionadas às negociações e sistemas do Banco, suas subsidiárias e associadas deverão ser mantidas sob total confidencialidade.

Todo o cuidado deverá ser tomado quanto ao que é dito e com quem você fala, escreve ou se comunica eletronicamente e você deverá proteger informações relacionadas às atividades do Grupo ABC, limitando o acesso a qualquer documento confidencial ou de caráter sigiloso, que deverá ser cuidadosamente guardado nas instalações do Banco.

Esta obrigação de sigilo não existe apenas durante o período em que você for empregado do Banco, mas também em caráter permanente, após o seu desligamento.

Todos os Contratos de trabalho com empregados são feitos por escrito e incorporam Compromisso de Confidencialidade para todos os assuntos comerciais relativos ao Grupo ABC e aos seus clientes.